Se eu pudesse descrever em palavras o amor que sinto pela vida, eu diria, mas o que sinto está além das palavras, além das imagens, além muito além. Dentro de mim há um universo infinito, que se revela quando estou em movimento, por isso danço por isso eu atuo !
Eu sou aquela mulher que fez a escalada da montanha da vida, removendo pedras e plantando flores.

Pesquisar este blog

Seguidores

segunda-feira, 6 de junho de 2011

OSWALDO MONTENEGRO CIGANA



Eu me vesti de cigana
Pra cantar o sol
Fiz comício e deu cana
Pra cantar o sol
Ah, que riso bacana
Pra cantar o sol
Virtuosa e sacana
Pra cantar o sol

Dança, dança, dança pra cantar o sol

Todo ao amor que emanar, pra cantar o sol

Fui quem se dava e se dana

Pra cantar o sol
Quem não mente, te engana
Pra cantar o sol
Quem teu hálito abana
Pra cantar o sol
Virtuosa e profana
Pra cantar o sol

Dança, dança, dança pra cantar o sol

Todo ao amor que emanar, pra cantar o sol

Fiz do meu corpo cabana

Pra cantar o sol
Fiz de um ano semana
Pra cantar o sol
Fiz do amor porcelana
Pra cantar o sol
Fui cigarra e cigana
Pra cantar o sol

Dança, dança, dança pra cantar o sol

Todo ao amor que emanar, pra cantar o sol

Fui tua mão que me esgana

Pra cantar o sol
O que o brilho não empana
Pra cantar o sol
Meu amor tinha gana
De cantar o sol
Virgem Santa e sacana
Pra cantar o sol

Dança, dança, dança pra cantar o sol

Todo ao amor que emanar, pra cantar o sol

Nenhum comentário:

Postar um comentário